Category: Um blog por dia

Andei muito em modo offline este mês. Ora por falta de rede, ora por cansaço, fui deixando alguns artigos já meios escritos para publicar mais tarde. Também comecei a sentir que estar só a postar coisas sobre as férias e

Ler mais

Cheguei até à Inês através de uma amiga comum. Descobri o blog Cancro Meu e fiquei colada a ler os artigos mais antigos, a ver cada foto, a sentir cada palavra. Tive vontade de a conhecer pesoalmente. Lembrei-me daqueles meses

Ler mais

A Patrícia das Crónicas da Maternidade lançou-me o desafio de participar na TAG: Conhecendo novos blogs! respondendo a 10 perguntas e fazendo outras 10 (iguais ou diferentes) a outros bloggers escolhidos por mim. Já agora, adorei a resposta dela à

Ler mais

Esta família passou ontem de quatro para seis. Nasceram ontem as gémeas desta mãe de um casal de gémeos com um ano. É isso mesmo, mãe de gémeos grávida de gémeas, como ela se descreveu. Agora passou a ser mãe

Ler mais

Este blog é recente. Esta menina é pequena. Esta ideia é bonita. Estas fotos são muito boas. Estes textos são tão doces. Esta menina é muito fofinha. Esta mãe é tão querida. Este pai é tão sortudo. Este blog, Menina

Ler mais

A Helena do blog As surpresas de Deus escolheu-me para este desafio. Já tinha ouvido falar dos Liebster Award, mas com tanta coisa na cabeça e para ler, não tinha ainda percebido que raio de coisa era aquela. Fui pesquisar.

Ler mais

Escrever faz-nos bem. Partilhar também. E quando passamos por um momento difícil, podemos encontrar forças em várias coisas e pessoas. Podemos simplesmente fazer o que nos apetece. E se nos apetecer criar um blog, criamos. Esta família passou por muito,

Ler mais

E para desenjoar desta coisa da maternidade e da filharada, e das cerejices e doutros relatos desta condição de ser mãe, a sugestão de hoje é um blog de um homem que não conheço de lado algum, que até é

Ler mais

Gostei do blog assim que o li pela primeira vez. Gosto da escrita, bem humorada, a maior parte das vezes nada cutchy-cutchy, gosto do que se fala por lá e também gosto da ideia de duas mães se juntarem para

Ler mais

Conheço a Vanessa há alguns anos. É da malta do Atenas, onde eu fui adoptada depois de conhecer o pai cerejo. Temos o mesmo segundo nome. E temos o mesmo apelido. Apesar disso não somos família. Também não somos as

Ler mais

%d bloggers like this: