Explore

Conversas

Conversas com gente da cor das cerejas

Conversas

Entre a esperança e o medo

25 Março, 2020

Uma amiga perdeu a mãe ontem. Essa amiga tem uma irmã em Itália. Além de lamentar a perda das irmãs, fica um nó no estômago por esta perda ter ocorrido num tempo de pandemia e de emergência nacional. Aqui. E em Itália. Nem a minha amiga pode fazer um funeral condigno à sua mãe aqui em Portugal, nem a irmã da minha amiga pode vir de Itália abraçar…

Conversas

Conversas como as cerejas #11

26 Fevereiro, 2020

A Maria do Mar é um ser humano lindo. Não a conheço pessoalmente, já a vi dançar, fiquei impressionada e, muito, muito encantada. Uma amiga já me tinha falado nela, numa miúda fantástica com autismo que dançava lindamente e que era uma inspiração para outros jovens e crianças. Fui ler o seu blog, vi as suas fotografias, vi os seus vídeos e fiquei com a certeza que esta…

Conversas Um blog por dia

Conversas como as cerejas #10

4 Abril, 2017

Ter alergias é lixado. Chega a Primavera e é espirros e pingo no nariz a toda a hora. Vou a casa de alguém que tem um gato e passo a vida a fugir do bichano. Vou piqueniquar e tenho que me munir de anti-histamínicos. Este tipo de alergias (pólenes, pó, gatos) são muito limitadoras, mas são controláveis e não me deixam apavorada. Mas desde que descobri ter alergias…

Conversas

As outras mães e os outros pais

2 Março, 2016

Nunca demoro o pouco tempo que digo que vou demorar quando vou buscar os meus filhos à escola. Há sempre um recado que as “professoras” querem dar. Há sempre qualquer coisa para partilhar. Há sempre o pedido para “brincar só mais um bocadinho”, como se o dia não tivesse sido ele próprio recheado de brincadeira. E há sempre uma mãe ou um pai com quem conversar. A verdade…

Conversas

A Mãe Decide…em Coimbra

16 Dezembro, 2015

Conhecia o projecto Stop Mom War e quando soube que o Bairro do Amor ia pô-lo em prática no Porto, perguntei logo, então e Coimbra? Depois, recebo um mensagem de uma miúda: “Olá sou a Neuza, madrinha do Bairro em Coimbra, estou a contactá-la porque mostrou interesse em colaborar com o Bairro e tal e coisa”. Respondi: “podemos tratar-nos por tu?”. E depois fui falando com a Neuza,…

Conversas Um blog por dia

Conversas como as cerejas #9

6 Novembro, 2015

Cheguei até à Inês através de uma amiga comum. Descobri o blog Cancro Meu e fiquei colada a ler os artigos mais antigos, a ver cada foto, a sentir cada palavra. Tive vontade de a conhecer pesoalmente. Lembrei-me daqueles meses com a minha mãe, de como foi importante o apoio da família e amigos, de como é tão essencial acreditar e ser positivo. Pensei “a Inês será a…

Conversas

Conversas como as cerejas #8

19 Março, 2015

Hoje é dia do pai. Do meu já falei aqui. Hoje é a vez do pai cerejo, um pai com p grande, um pai cheio de carinho e amor pelos filhos (vá, e por mim também). Lembrei-me de o entrevistar, ele torceu um bocado o nariz, mas depois aceitou. Fala-nos um pouco de ti e da tua família. Oh pá… de mim? Sou um rapaz para aí da…

Conversas Um blog por dia

Um blog por dia #1 – True Colors

5 Março, 2015

Conheço-a há mais de vinte anos. Estagiámos juntas. Viajámos juntas. Depois fomos por caminhos diferentes. Ela teve duas filhas. Eu andava em tentativas. Mais tarde veio o facebook e foi o reencontro. E agora trabalhamos juntas. Gosto muito do que ela escreve e gosto ainda mais dela. E também gosto muito dela como fotógrafa, a segunda paixão a seguir às filhas e à família. Hoje falo do True Colors,…

Conversas

Amor de amiga

8 Dezembro, 2014

Encontro esta frase por aí, por vezes, que diz que os amigos são a família que escolhemos. Fico sempre a pensar nisto. Terei sido eu a escolher os amigos ou os amigos a escolherem-me a mim? Para mim são uma parte muito importante da minha vida. Não sei se cultivo a amizade, se semeio e rego todos os dias, se sou correspondida, se mantenho vivas as relações. O…

Conversas

Conversas como as cerejas #7

17 Novembro, 2014

Hoje assinala-se o Dia Mundial da Prematuridade. É algo que assusta qualquer grávida, mas que no fundo nunca ninguém se prepara para isso. Eu, que tive duas miúdas pequenitas e que nasceram pouco antes do tempo, que nem sabia bem como lhes pegar, não faço a mais pequena ideia do que é ter um filho prematuro ou extremo prematuro. Há vários locais onde procurar informação e apoio, por exemplo,…