(umas cerejices recuperadas quando ainda não havia blog)

 

J (no dia em que cortei a franja ao fim de muitos meses com ela a crescer desalmadamente) – Mamã, cotaste o cabelo?

Eu – Sim, filha, cortei a franja.

J – Estás munto gira, mamã.

Eu – Obrigada (seguido de shuac)

J – Estás fina!

 

Terei que levar a garota ao oftalmologista?

Na verdade, revi-me na expressão, eheheh.

 

J (com a mão nas minhas costas) – não tenhas medo mamã, eu estou aqui.
A minha fofinha!!!!

sorriso_jú

Photos: True Colors Fotografia