Desde muito cedo, não sei bem dizer desde quando, que conto a história à noite às cerejinhas. Já foi história antes de adormecer e agora é quase sempre para adormecer, que elas estão tão cansadas e já é um bocado tarde (confesso!), que apagam ao fim de poucos minutos. Mas entre vezes que demoram mais ou menos a adormecer, lá vão ouvindo a história completa.

Às vezes também pegamos nos livros e lemos no sofá, de dia, e outras vezes teatralizamos as histórias (em breve um artigo sobre este assunto).

A historinha da noite passada foi A Que Sabe a Lua, um clássico. Dizem que é a partir dos 5 anos, eu não ligo nada a isso, é a partir de quando eu quiser.

 

Recentemente, comecei a dizer também o nome do autor e do ilustrador que neste caso é Michael Grejniec.

Pergunta para queijo: um nome assim, autor de um livro infantil, o que é que vos faz logo lembrar?

 

 ISTO

 

 

(e no mesmo artigo consigo meter livros infantis, literacia e um diácono…pimbas)