Dicas do cerejal

As manhãs, esse momento tão…animado.

12 Fevereiro, 2016

Gostei muito deste artigo. Comentei que não, que não são só as manhãs dela que são caóticas. Eu também me levanto com as galinhas e acabo sempre por sair de casa esbaforida, com um cenário de guerra para trás e já a precisar de comer outra vez e, mais essencial ainda, de dormir!

Mas no meu caso, e porque vivemos um bocado longe da cidade, ainda tenho a viagem de carro para enfrentar. E quando se tem uma filha que enjoa, digo-vos que é motivo para ficarem com suores frios assim que ligam o carro e começam a viagem.

Ontem foi uma dessas manhãs. Caótica. Com o senhor Joaquim a fazer um cocó gigante. Já estava de casaco vestido e eu de mala a tiracolo, elas já à porta para sair, quando pego nele e veio aquele cheiro, aquele cheiro de que é melhor preparar roupa para mudar o garoto. E assim foi, era quase até ao pescoço. Portanto, toca a tirar a mala e o casaco, a despir o garoto todo, a gastar carradas de toalhetes porque não há tempo para ir ao bidé lavar-lhe o rabo, vesti-lo todo outra vez, berrar não sei quantas vezes para pararem de implicar uma com a outra e finalmente sair de casa. Nota mental para o jantar: não voltar a dar outra vez sopa de grão com espinafres ao miúdo. Bem, ao menos limpou bem a tripa.

Entretanto, começo a ouvir a J a dizer que lhe doía a cabeça…uhm, é melhor reabastecer o stock de fraldas de pano e mantas no carro, não vá esta ser uma DAQUELAS viagens. E foi o melhor que fiz.

A meio da viagem, ela volta a dizer que lhe dói a cabeça. Começo a conversar com ela, a cantar (eu sei, talvez tenha tido o efeito contrário), abri os vidros e lá se aguentou. Em vão. De repente, só diz “mamã, acho que vou vomitar” e aí vem jacto. O exorcista comparado com isto é para meninos, só vos digo! E lá fui eu tentando proteger o cabelo dela e a cadeira, a colocar camadas e camadas de fraldas de pano e mantas para apanhar o vomitado, não faço ideia como é que ela tinha tanto para deitar fora, chiça, nunca mais parava.

A juntar a isto, a cerejinha L ao lado, aos berros, completamente histérica “buáááá, cheira aqui muito mal, tirem-me daqui, cheira maaaaaaaaal”. Conseguimos entretanto parar o carro e o pai cerejo foi tirar a L do carro para ir apanhar ar. E eu continuei a envolver o vomitado em fraldas e coisa e tal. Já perceberam, não já?

Quando finalmente parou, tirei-a e fui despi-la no banco da frente. Aprendi com o tempo a trazer sempre roupa suplente no carro, seja com as vezes em que se mijaram todas porque brincar é mais importante que parar para fazer xixi, seja pelas vezes em que a cerejinha J vomitou em viagem.

Estão a ver o tempo merdoso que tem estado? Pois, a miúda ali despida, a tremer de frio, eu a levar com chuva em cima, o pai cerejo a limpar a cadeira com toalhetes, a L na rua a cantar e o Jaquim na maior, no ovo, quietinho, atento ao que se estava a passar com aquela cara de “para que hei-de eu querer ir ao cinema, se na minha família há destes filmes?”.

Nisto passa um conhecido que perguntou “está tudo bem?”. É evidente que não, pá!!! Mas obrigada por perguntar (aquela vontadinha de ajudar da treta, humpfff). Bom, como a cadeira da J ficou molhada à custa da esfrega com toalhetes, a L teve que ir uns 500m atrás no banco dos sete lugares…sem cadeira. Psssst, não digam nada por favor, que eu sou daquelas chatas que passa a vida a abanar a cabeça e a dizer tssssst! quando vê alguém andar com crianças no carro à solta, sem estarem apertadas numa cadeirinha…ninguém viu…

Chegou à escola, já estava melhor, cheia de fome. Voltou a vomitar depois da sesta. Entretato, ficou bem. Talvez tenha sido uma virose. Mas como ela enjoa facilmente, nunca sei bem a razão. Nem vos digo a quantidade de vezes que isto já aconteceu. Viagens com curvas é certinho: assim de repente, lembro-me da vez em que fomos ao Fundão pela Serra e vomitou quando parámos no hotel da montanha para esticar as pernas; a outra vez em que fomos à feira da castanha no Quilho e mais uma quando fomos dar um beijinho à nossa amiga que se casou na Aveleira…curvas e mais curvas. E quando era bébé, vomitava o leite em jacto. Será que me devo preocupar?

Hoje veio a mascar meia pastilha elástica. Sei lá, achei que podia ajudar. Correu bem. Tentamos que ela não vá vestida com muita roupa, que o carro não esteja quente. Se calhar tenho que rever o que ela come ao pequeno-almoço.

Alguém tem dicas para os enjôos das crianças?

Agradecida!

(desculpem lá o tom nojento do artigo, mas é a vida, meu amigo!)

  • Responder
    Anouska
    10 Março, 2016 at 1:36

    Nós enjoávamos as duas, era horrível (ok, eu ainda enjoo, é horrivel ainda mas numa escala menor… espero nao vir a ter filhos. Gémeos, muito menos, imagino esse filme comigo a acabar a vomitar também!). Experimenta dar.lhe chá de gengibre antes da viagem, comigo resulta mesmo! Basta ralar um pouco de gengibre e ferver na água, comigo é infalível.
    Tive muuuita pena vossa ao ler este post 😛

    • Responder
      mamã cereja
      10 Março, 2016 at 11:42

      Obrigada pela dica 🙂

    • Responder
      Anouska
      3 Maio, 2017 at 10:29

      Vim reler este post e acabei comigo a reler este comentário e… credo! Eu disse “espero nao vir a ter filhos”?! xD foi lapso, devia querer dizer “Espero não vir a ter filhos que enjoem com facilidade” 😛 Já filhos quero ter, se Deus quiser! Um dia.

      • Responder
        mamã cereja
        11 Maio, 2017 at 14:44

        Também espero, que ter um filho que enjoa é muito stressante. Beijocas querida Ana!

  • Responder
    haveigaHV
    15 Fevereiro, 2016 at 14:33

    Sugiro que entretanto arranjes sacos de vomito dos aviões e tentes que ela aprenda a usar, pelo menos o que cai lá dentro não se espalha!

    Quando algum dos meus enjoa, peço-lhe para fechar os olhos e encostar a cabeça e regra geral resolve, ou pelo menos permite chegar a sitio onde se possa parar para apanhar ar fresco.

    Outra dica é colocares toalhas velhas a proteger a cadeira e o chão do carro… não resolve, mas alivia a limpeza.

    Evitar líquidos antes das viagens, tendo em conta que são percursos diários matinais, talvez experimentar papa ou apenas o pão (ou algo assim) e levar um pacote de leite para beber à chegada.

    Boa sorte.

    • Responder
      mamã cereja
      15 Fevereiro, 2016 at 14:41

      E onde arranjo desses sacos? Sim, já coloco toalhas e mantas à mão para não sujar a cadeira. Talvez experimente que ela coma primeiro antes de se vestir e assim já passa mais tempo entre comer e viajar. Tenho que pensar também em alternativas ao leite…Obrigada!

  • Responder
    Lídia
    13 Fevereiro, 2016 at 0:25

    De uma ex-vomitadora nata lol: é do leite, iogurte, etc. A minha mãe passou muito comigo. Geralmente uma viagem grande cura isso: ao fim de 3 ou 4 dias já ninguém vomita lol 🙂

    • Responder
      mamã cereja
      13 Fevereiro, 2016 at 17:12

      Ahahahahha, boa sugestão 🙂

  • Responder
    Luisa
    12 Fevereiro, 2016 at 21:04

    A minha J. é igualzinha. Melhorou muito quando comecei a dar-lhe leite magro.

    • Responder
      mamã cereja
      13 Fevereiro, 2016 at 17:11

      Deve ser problema das J’s eheheh

  • Responder
    Eunice Dionisio
    12 Fevereiro, 2016 at 15:44

    Realmente nós mãe andamos sempre a correr que nem umas loucas, A minha filha mais nova também costuma enjoar nas viagens, nós temos por habito ligar o “botão para desembaciar o vidro traseiro do carro” e dizemos que é o botão para as dores de barriga. Tem dado resultado.
    Boa sorte. beijinhos

    • Responder
      mamã cereja
      12 Fevereiro, 2016 at 16:57

      Boa estratégia!

  • Responder
    Alexandra
    12 Fevereiro, 2016 at 15:34

    Tapar o umbigo com adesivo! O meu afilhado era a mesma coisa e a mãe costumava fazer-lhe isso, dava algum resultado….

    • Responder
      mamã cereja
      12 Fevereiro, 2016 at 15:39

      A sério? vou pesquisar…

      • Responder
        Alexandra
        15 Fevereiro, 2016 at 17:50

        Há umas pulseiras (supostamente) anti-enjoo nas farmácias, mas mesmo assim, tenho melhores referências o adesivo no umbigo!

        • Responder
          mamã cereja
          16 Fevereiro, 2016 at 16:46

          E o adesivo é daquele normal?

  • Responder
    Sara
    12 Fevereiro, 2016 at 15:30

    Olá! Não costumo comentar, mas a verdade é que eu própria costumo enjoar nas viagens de carro. Sei que é mais ou menos inevitável mas em miúda uma das coisas que potenciava os enjoos (não só no carro) era o leite, essencialmente leite quente… Esses enjoos acontecem mais frequentemente após as refeições? Só ao pequeno-almoço? Parabéns pelo blog

    • Responder
      mamã cereja
      12 Fevereiro, 2016 at 15:39

      Também já aconteceram ao fim do dia. Se calhar tem razão…ela bebe leite ao pequeno-almoço e às vezes ao lanche. Será disso? Tenho que lhe começar a dar outras opções. (obrigada!!!)

Comentar é aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Instagram

Seguir

%d bloggers like this: