Dicas do cerejal Estratégias para gerir um amontoado

Dicas do cerejal #1- compras numerosas

26 Outubro, 2015
mercado

A D pediu-me conselhos sobre compras numerosas. A boa notícia é que aqui há compras numerosas. A má, é que não tenho conselhos. Ou melhor, não sei se sou a pessoa mais indicada para dar conselhos neste campo. Porque não sou assim tão organizada, vou comprando à medida das necessidades.

A minha amiga L, também ela mãe de gémeos mais uma, é que tem tudo organizadinho e muitas vezes partilha as dicas dela. Uma das que aprendi com ela, foi a de ver os folhetos dos hipermercados que saem à terça-feira, na net e decidir então o que comprar em cada um, em função dos descontos dessa semana. Por exemplo, se estiver a precisar de papa para o Joaquim, espero por terça-feira para ver onde é que vai estar mais barato e afinfo-lhe com três ou quatro pacotes.

Mas onde nós fazemos a maior parte das compras é no Lidl, porque está quase sempre tudo a bom preço 🙂 No dia em que recebo, vou ao Lidl e abasteço a despensa com mercearia e produtos de higiene que fazem falta. Se algum produto, daqueles que se gasta muito, estiver em promoção, levo mais alguma quantidade. Mas já me deixei um bocado de fazer stock, porque há sempre promoções a surgir todas as semanas.

Quanto à carne, já vimos que fica mais em conta ir ao talho da terrinha, é melhor, é quase ao mesmo preço que nos hipermercados e oferecem sempre qualquer coisa às miúdas. Peixe, compramos congelado ou vamos ao “nosso peixeiro” na praça. Fruta e legumes, vamos aos sábados aos mercados na zona, têm sempre produtores locais e com bons preços, e como nós chegamos quase ao fim da manhã, há sempre quem queira despachar os restos a preço mais baratinho.

Roupa não compro, basicamente. Como sabem, tenho as melhores amigas do mundo que vestem as cerejinhas e o moranguito com roupa dos filhos (tenho que fazer um artigo a atirar para o fashion sobre “como conjugar roupa herdada para parecer que foi acabada de comprar na loja”, eheheh). Compro calçado, porque é difícil vir em bom estado das amigas, ou não fossem os miúdos, crianças divertidas e brincalhonas; compro casacões porque tenho que ter a dobrar e é isso. Mas se tivesse que comprar roupa, estaria atenta às promoções de lojas online (como a Redoute, por exemplo) e nas lojas físicas, também esperaria pelas promoções.

Também não faço stock de fraldas desde que descobri a maravilha das fraldas do Pingo Doce, sou fã, boas e baratas; mesmo as de marca em promoção não batem o preço destas.

Outra medida adoptada lá em casa é que não se desperdiça comida: ou é a minha marmita do almoço do dia seguinte, ou alguém come restos ao jantar do dia a seguir. Fico doida quando algum legume fica esquecido na gaveta e quando se vai a ver, já está podre. E as meninas já sabem que aquela coisa de ter mais olhos que barriga não pega comigo. Comem o que querem e na quantidade que querem, mas não podem é estragar. Os nossos jantares às vezes parecem de loucos, porque as sobras de carne da J vão para a L, as sobras de legumes da L vão para mim, as sobras de todos vão para o pai cerejo e os pratos ficam rapadinhos, eheheh.

E acho que não há mais compras numerosas lá por casa. A grande dica é ver os folhetos semanalmente e comparar. E optar por marcas brancas. E não desperdiçar.

Querida D, não ajudei nadinha, pois não?

  • Responder
    Joana Forte
    6 Novembro, 2015 at 15:07

    Olá!!!
    É tão bom poder falar com alguém que já “lá esteve”…
    O artigo está óptimo!
    Ainda não sabemos a certeza do que lá vem, mas nos dois pulinhos à urgência (sou seguida na Bissaya) os médicos apontaram para menininhas.
    Um dos nomes já estava escolhido há anos (Madalena). Para o outro bebé estamos a pensar em Matilde, mas ainda sem certezas. Se houver um menino por aqui o pai escolheu Miguel Ângelo (segundo nome é o do pai). Não sou especialmente fã mas não posso ser sempre mandona… 🙂
    Dia 24 a ver se o guru da eco, o Dr. Miguel Branco confirma essa informação ou não.
    Já tenho os pincéis e as tintas de tecido preparados e já preparei também a minha mãe para começar a adaptar as roupinhas do meu príncipe Pedro. Guardei muita coisa e pretendo usar tudo o que tenho!
    Uma camisola mais escura com uma pregadeira de flor e uma saia também fica bonito (pelo menos enquanto elas não começarem a reclamar das escolhas da mãe…) 🙂
    Para o Natal já avisei toda a gente: presentes? FRALDAS!
    Quanto ao carrinho, o meu marido viu uns na amazon que ficam mais ou menos ao preço de um usado cá. Mas de qualquer forma andamos sempre a cuscar os artigos no olx, custojusto, etc…
    Uma amiga também ofereceu uma espreguiçadeira. Nós temos uma que o Pedro mal usou, está nova. Temos 2 ovos também. Depois teremos que comprar mais uma cadeirinha para o carro. E de refeição também, embora não saiba se hei-de esperar para ver se é mais prático alimentar os dois ao mesmo tempo ou um de cada vez…
    Agora falta uma caminha (ofereceram-nos um colchão ainda embalado). Temos uma do ikea em vista, baratinha e igual à que temos.
    Para a banca muda fraldas eu adaptei uma secretária de pc quando o Pedro nasceu. Comprei esponja à medida e forrei. Dava também para a banheira, bastava tirar o colchão. Ficou óptima e tinha estante por baixo onde dava para ter os produtos todos à mão. Quando deixou de ser usada voltou a ser secretária! 😉
    Acho que não vou gastar dinheiro num móvel que depois não vai ter mais utilidade (espero eu!!!).
    Quanto às roupinhas eu aceito, claro! E agradeço imenso!
    Muito grata por tudo, especialmente pelo apoio.
    Beijinho para todos!

    • Responder
      mamã cereja
      6 Novembro, 2015 at 16:26

      Ainda tenho que te convidar para falares sobre reciclagem de móveis 🙂 Vou guardar roupinhas, vai-me mantendo actualizada!

      • Responder
        Joana Forte
        7 Novembro, 2015 at 10:17

        Ahahah! Vamos reciclar muito por aqui sim! Tem que ser!
        Às ordens!
        Beijinhos! Bom fim de semana!

  • Responder
    Joana Forte
    27 Outubro, 2015 at 9:03

    Olá! Tenho um pequeno com 6 anos e vêm aí um jackpot…
    Nestes 4 meses e meio de gravidez acho que já experimentei todas as sensações possíveis, muitas vezes em simultâneo! Choque, alegria, susto, ansiedade, medo, força, confiança… enfim, choro que nem uma Madalena porque passo a noite a acordar com preocupações e a pensar em tudo e mais alguma coisa e ando com os nervos em frangalhos…
    E de facto a parte económica preocupa-me muito. O meu filho é (por enquanto), apesar de filho único, neto e sobrinho único também, ou seja, não há primos a deixarem “herança”… E está habituado a que, uns ou outros, lhe vão fazendo as vontades e comprando uns mimos que vai pedindo.
    Chegou o momento em que começámos a explicar-lhe que não pode ser sempre, que também há coisas a comprar para manos (não sabemos ainda o sexo dos bebés)… às vezes não é nada fácil…
    Alguma sugestão/ dica para ir trabalhando esta parte com os filhos mais velhos?
    Obrigada pela partilha. 🙂

    • Responder
      mamã cereja
      27 Outubro, 2015 at 11:24

      Olá Joana. Muito obrigada pelo seu comentário e muitos parabéns por ir ser bi-mamã!!! Sim, a gravidez de gémeos assusta um pouco, e os primeiros tempos com gémeos não serão fáceis, não vou esconder. No entanto, tem a vantagem de já ser mãe de segunda viagem e, espero que possa ter ajudas, não as recuse, uma mãe de gémeos fica melhor se tiver ajudas.
      Quanto às dicas para o princípe que era único e agora vai ter dois manos ou manas, é um excelente tema para um artigo. Começo por lhe dizer que ele tem que continuar a sentir que é único, apesar de ir ter irmãos, que não há ninguém que goste mais dele do que a mãe e o pai, que os manos não vão ocupar o lugar dele, que o coração da mãe tem espaço para mais dois filhos, mas que o lugar dele nunca vai desaparecer. Dicas práticas: convide-o a ir à próxima ecografia, quando souber o sexo dos bébés diga-lhe que pode escolher uma roupa para eles, nunca lhe diga que não tem tempo para ele por causa dos irmãos (que vai acontecer, mas ele não o pode sentir). Ainda assim, acho que ele vai gostar de fazer coisas sozinho com a mãe, continuar a ter os seus momentos de filho único. Quanto às despesas, talvez lhe sugira que ele estabeleça uma prenda que quer e só uma, e definir com ele uma data para a ter, mas com a condição de não ir comprando vários brinquedos porque senão não há dinheiro para aquela maior que ele quer; ou seja, a razão para não poder comprar muitas coisas não são os irmãos, mas é não chegar para comprar a outra que ele quer mesmo, percebeu? Nesta saga deve incluir os avós e os tios, ou então, para ele começar a perceber que o dinheiro tem prioridades. Estabeleça com ele uma lista de coisas que ele considera importantes, o que é mais importante istou ou aquilo? Preferes isto ou aquilo? Não é um trabalho fácil, mas tenho a scerteza que vai conseguir.
      Não tem amigas que tenham filhos pequenos para lhe passarem a roupa? É de onde?
      Vá dando notícias, um beijinho.

      • Responder
        Joana Forte
        31 Outubro, 2015 at 9:40

        Olá! E um óptimo Dia das Bruxas para todos!
        Desde já agradeço imenso as dicas. Estou certa que vou colocar em prática, e vou começar já com alvo no Natal. O rapaz parece que tem um alvo nos olhos e a televisão é o nosso pior inimigo nesta altura do ano.
        Um dia destes fiz uma lista de tudo o que ele foi pedindo ao longo do dia. À noite repeti-lhe tudo o que ele tinha pedido durante o dia… Acho que o deixei um pouco embaraçado, mas ficou a pensar, que era o meu objectivo…
        Quanto a roupinhas, tenho duas amigas que se prontificaram a passar-me algumas coisas. O problema é que a maioria delas tem meninos mais novos que o meu, muitos deles filhos únicos, ou seja, querem guardar para o próximo, deduzo eu, e não tenho coragem de lhes pedir porque também não acho correcto.
        Eu sou de Coimbra mas vivo em Condeixa e trabalho em Penela (fui colega de curso da Joana Vila Nova, e foi através dela que conheci o blog).
        A minha mãe é uma craque em costura e crochet, o que ajuda bastante na questão das roupinhas, mas o que me assusta mais ainda é tudo o resto (fraldas, leites, despesas de saúde, mensalidades de creche e despesas escolares….. enfim, todo o universo de despesas que envolvem um bebé, ou melhor, dois, mais um em idade escolar!)…
        Bom, não lhe roubo mais tempo.
        Bom fim de semana!
        Beijinhos!

        • Responder
          mamã cereja
          2 Novembro, 2015 at 13:57

          Olá Joana, vou guardar algumas roupas de menina para o caso de ir ter uma ou duas novas seguidoras do blog, ehehe, pode ser? Vai dando notícias, sobre o sexo e quando nascerem.
          Essa “partida” de ir apontando as coisas que os filhos vão pedindo, parece ter resultado.
          Quanto a fraldas, eu sou fã das do pingo doce, mesmo para recém-nascido. Experimenta! Também podes organizar um chá do bebé, ou bébés no teu caso, em que as amigas levam um pacote de fraldas. No caso do Joaquim, só comprei um pacote quando ele fez três meses, até lá usei as do chá que as minhas amigas maravilhosas me deram.
          O carrinho podes sempre comprar usado. Posso ajudar nesse campo, pois conheço muita mãe de gémeos a querer vender o carrinho.
          As despesas médicas aumentam sim, mas a prevenar já faz parte do plano; consultas, se tiveres médico de família, podem ser vistas lá; os gémeos nascidos na Daniel de matos são seguidos lá até aos três anos.
          A creche é a grande despesa, mas como vão passar a ser cinco, o escalão baixa, tal como no IRS. Pede redução de fatura da água caso a câmara de condeixa tenha essa opção para famílias numerosas.
          Se for preciso leite adaptado, compra nas promoções dos hipermercados, toalhetes recomendo os do lidl, creme para o rabinho, eu só uso raramente, cremes para o corpo e champo usei o que me deram no chá do bébé.
          Se quiseres uma espreguiçadeira, também posso guardar para ti (já foi usada várias vezes, mas está óptima).
          Tudo o que precisares, contacta por aqui ou pelo mail. Estou sempre pronta a ajudar uma mãe de gémeos!
          Beijinhos

Comentar é aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Instagram

Seguir

%d bloggers like this: