É 1h32 da manhã e estou ao computador, de braço dado com a insónia. Penso que não “postei” nada para assinalar o 1º mês de existência do blog. Penso que tinha muitos planos e não fiz nenhum. Se calhar nem há nada para comemorar. Afinal é só um mês. Na verdade, houve um mail especial para os seguidores. E também, na verdade, quase sem sair de casa, cerejei que me fartei. E uma das coisas que se fez, foi estrear as bicicletas, com as rodinhas de apoio e tal. Não é bem uma estreia, porque as biclas andaram muito pela Figueira e foram gentilmente passadas para as cerejinhas (obrigada Carlinhos!!!). Foi muito giro, elas adoraram. Agora ao rever as fotos, estou emocionada: duas miúdas tão giras em cima das bicicletas, tão crescidas.

Depois pensei se me lembrava de aprender a andar de bicicleta. Acho que foi lá para os 7 anos, numa órbita verde, com o meu pai a dizer “olha para a frente, não olhes para a roda”. Em meia hora as cerejinhas perceberam que tinham que fazer força nos pés, nos pedais. Ainda não conseguem fazer o movimento certo dos pedais, mas não desistiram, quiseram aprender e andaram o resto do dia a falar nas bicicletas.
A insónia já se foi. Acho que vou aproveitar para dormir. Amanhã lavo isto escrevo o resto. Tem a ver com erros de mães, coisas que nós fazemos sem dar conta e depois ficamos brancas da cor da neve quando percebemos o que fizemos.