Estratégias para gerir um amontoado Quero ser um bébé

Estratégias para gerir um amontoado – dormir

12 Março, 2018

A casa é um T3 duplex. Há quartos para toda a gente ter o seu quarto.

Antes de ter um amontoado de filhos, um dos quartos era o quarto das gémeas, que servia para dormir, brincar, vestir, tudo.

Eis a foto do dia em que montámos o quarto com as camas novas, para fazer a surpresa às cerejinhas, em 2014.

Já nada é assim. Uma daquelas almofadas lindas que estão no chão (eram da Casa) estragou-se com o tempo e o uso; a outra foi alvo dos dentes e da vontade de destruir meio mundo da Ginja. Aquela loja de cartão muito fixe do Ikea, foi lá para cima e já foi muita coisa, desde guichet de recepção, a teatro de sombras. A biblioteca da Vertbaudet passou a ser pequena para tantos livros e como ocupava muito espaço, decidimos desmontá-la. As camas de brincar do Ikea foram transformadas em beliches com recurso a velcro autocolante nas pernas e também foram lá para cima. O tapete foi dado, porque uma das cerejinhas revelou-se alérgica ao pó. A cómoda branca mantém-se, cortinados e candeeiro também.

O moranguito, quando nasceu, teve direito a um quarto, também assim arranjadinho como o das manas (um bocadinho menos, porque mantive a cama para quando a avó nos visita). Mas um dia, não sei bem quando, julgo que o moranguito teria18 meses, dei por mim a ficar louca na hora de os deitar. Ele ia para a cama mais cedo que as manas e não queria ficar, porque as ouvia e berrava que queria ir para a sala. Elas depois iam para a cama um pouco mais tarde e não adormeciam, porque eu (ou o pai) passava a vida a fazer piscinas entre os quartos, ora para adormecer um, ora para adormecer outras.

Um dia, numa folga, olhei para os dois quartos e pensei: vou experimentar meter as camas todas aqui neste quarto (felizmente, fui esperta e comprei as camas extensíveis do Ikea…e agora, quando a porra da agenda não estiver carregada com festas de aniversário e provas de ginástica e o raio, hei-de ir buscar uma igual para o mai novo) e os brinquedos passam para o outro, alguns vão lá para cima, e passamos a ter o quarto de dormir e o quarto de brincar.E digo-vos: foi uma das melhores decisões da minha vidinha!

Eis o quarto do amontoado no mês de março do ano da graça de dois mil e dezoito.

Tem as camas, a cómoda das miúdas (a do miúdo ficou no outro quarto, porque não é branca e fica ali mal) e o muda-fraldas do Ikea que foi transformado em estante para os livros.

Agora já não faço piscinas entre os quartos na hora de deitar, leio apenas uma história para todos ao mesmo tempo (quando leio, porque às vezes estou tão morta que não consigo…eu sei, mereço uma vergastada por andar sempre a falar em livros infantis e depois é isto!) e vai tudo para a cama à mesma hora.

Queria que fosse às 21h30, mas desde o momento em que eu digo que é para dormir e o momento em que realmente adormecem, passa, sei lá, mais de meia hora, comigo sempre a ralhar e a desesperar para se irem deitar e dar uso ao quarto de dormir, que é para isso mesmo que ele existe, para dormir!!!!

Pois que há sempre uma desculpa, um “mas eu tenho xixi”, “mas tenho fome”, “mas ainda não dei beijinho ao papá”, “mas lembrei-em que amanhã é para levar para a escola um pacote de arroz”, “mas tenho aqui uma comichão nas costas” “mas podes contar mais uma história?”, “mas tu não contaste história ontem” “mas tenho frio”, “mas tenho calor”, “mas podes ficar um bocadinho na minha cama?”, “mas ontem já ficaste na cama dela”, “mas não, não”, “mas sim, sim”, “mas mãe ela está a mentir”, “mas mãe não estou nada”, “mas mãe não me puseste fralda”…e nisto passa das dez da noite e esta gente sem fazer neste quarto o que é suposto fazer: DORMIR!!!

(às vezes, também me dá para achar que não valeu a pena ter investido no quarto deles, porque assim como assim, vão todas as noites parar à minha cama, ora um, ora outra, ora os três)

(já escrevi uma vez sobre isto do co-sleeping)

 

 

 

    Comentar é aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    Instagram

    Seguir

    %d bloggers like this: