Entretêm-se a brincar um com o outro

Sim, é verdade, sim senhora, durante…vá…10 minutos. Se a brincadeira conjunta durar mais que este tempo, é porque deixou de ser brincadeira e passou a ser asneira.

 

Quando um chora, o outro também chora ou quando um chora, acorda o outro

Não é verdade, não é sempre assim, tem dias, tem momentos. Quando uma criança quer mesmo dormir, pode estar o irmão ao lado a berrar com a goela toda aberta como se não houvesse amanhã, que não acorda. É o mesmo querer que acontece de manhã, quando já estamos atrasados e eles não acordam nem por nada, estão ferradinhos.

 

As pessoas estão sempre a comparar os gémeos

É verdade, é cansativo estar sempre a ouvir perguntar qual dorme melhor, qual come melhor, qual é mais extrovertido, qual é mais reguila, qual é mais tímido, qual fala mais, qual é melhor aluno. E também é cansativo ter que responder às tentativas de adivinhação para cada uma destas características, pois em geral, saem sempre ao lado.

 

Quando um fica doente, o outro também fica

Não ficam doentes exactamente no mesmo dia, às vezes ficam no dia a seguir, ou até quinze dias depois como no caso da varicela. Mas não é regra, podem até nem ter as mesmas doenças na mesma altura. E a acontecer, não é porque são gémeos, é simplesmente porque vivem na mesma casa.

 

Não é possível amamentar dois bebés ao mesmo tempo

Ouvi isto tantas vezes e, apesar de não ter amamentado, conheço muita gente que amamenta gémeos ao mesmo tempo e quando digo ao mesmo tempo, são de facto os dois ao mesmo tempo, cada um na sua mama.

 

Os gémeos dão-se sempre bem

Sim e não, tal como irmãos que não são gémeos, têm alturas do dia com mais paciência e vontade de estar um com o outro. Podem até inventar uma linguagem própria, só deles, mas isso é porque passam o dia todo juntos e essas linguagens aparecem frequentemente em crianças que comunicam e estão juntas muito tempo. Ora, acontece em gémeos, como podia acontecer em vizinhos ou primos se passassem muito tempo juntos. Há gémeos com uma ligação menos próxima que alguns irmãos que nasceram em dias diferentes. Não há uma regra, depende e pode mudar ao longo da vida. Mas aquele clássico que todos conhecemos nos filmes e novelas com gémeos, em que há sempre um bonzinho e o outro é o vilão de serviço, também não é regra.

 

Os pais sabem sempre qual é qual

Não tenho gémeas verdadeiras, mas sei de histórias de pais que os trocam com frequência, que quando olham de repente para os dois ao mesmo tempo, têm dificuldades em perceber qual é qual. Talvez sejam mais rápidos que as outras pessoas a perceber a diferença e a identificá-los, mas também se enganam. E depois há gémeos engraçadinhos que quando lhes perguntam o nome, dizem o do irmão só para ver a reacção dos adultos.

 

Há sempre um mais inteligente que o outro

Mito do mais parvo que há. Até porque quando nascem são logo submetidos a testes de QI e percebe-se imediatamente que há um que nunca vai conseguir dizer a tabuada dos 9 de cor e outro que vai desvendar o mistério da origem do universo em três tempos.

 

Os gémeos sentem sempre as dores um do outro

São gémeos, são pessoas, não são extraterrestres com capacidades sobrenaturais saídos de um filme de ficção científica. Eles andem aí!!!!

 

Nascem sempre prematuros ou com baixo peso

Talvez a percentagem de nascimentos de gémeos antes do termo, seja alta e até que alguns tenham um percentil de peso à nascença, abaixo do normal. Mas não é certo que assim seja. E não se deve dizer logo a uma grávida de gémeos que não vai chegar ao fim da gravidez e que os filhos vão ser pequeninos. Porque isso, infelizmente, pode acontecer em qualquer gravidez, múltipla ou não, sendo que a maior parte das gravidezes chegam ao fim e tudo corre normalmente.

 

Quando um fica em casa, o outro também não vai à escola

Os pais é que decidem. E se um fica em casa porque está com febre, se o outro está bem, não há motivo nenhum para não ir à escola. Sendo que é muito bom, ao fim do dia, ouvi-los conversar como foi o dia de cada um em separado, é giro, é mágico.

 

Educar dois filhos ao mesmo tempo é muito difícil

Depende muito dos pais e dos filhos. Depende das personalidades de todos e daquilo que definem como essencial nas suas vidas. Talvez seja mais trabalhoso, dar atenção a duas crianças da mesma idade ao mesmo tempo, ter tempo de qualidade com cada um de igual forma. Mas com paciência e, sobretudo, respeito, tudo se consegue. Às vezes, pode ser mais difícil educar dois irmãos ao mesmo tempo com idades muito diferentes, porque os interesses são distintos e é difícil tê-los juntos.

 

Os gémeos devem ser tratados da mesma maneira

Os princípios básicos da família devem ser iguais para os dois (ou três ou quatro), mas a forma como lidamos com cada um pode e deve ser diferente. Talvez um precise de mais conversa para entender as coisas e ao outro baste um sim ou um não para fazer o que se lhe pede. Talvez um necessite mais tempo para se habituar às coisas e o outro seja mais rápido em situações novas. O respeito pela identidade de cada um é muito importante. E ouvir, ouvir os gémeos, pois cada um tem sempre algo de diferente a dizer.