Eu (quando a J passou por mim a falar ao telefone) – Estás ao telefone?

J – Sim, com uma amiga minha. Que chama-se Paula.

 

E eu acreditei.

 

Eu – Querem ver vídeos dos Marretas?

L – Siiiim! Do cozinheiro soneco.

 

Cá está.

 

Eu (a cair para o lado de sono) – Vá venham lá beber o leitinho para depois irem para a cama.

L (a brincar mais a mana, no chão do quarto, com os legos) – Já vamos. Tou a fazer uma coisa impecábel!

 

E estava. E eu esperei.