Ontem jantámos neste sítio maravilhoso (a nossa extravagânciazinha) e quem conhece, sabe que talvez tenha uma das melhores garrafeiras do país, para além da comida e do ambiente. E logo nas primeiras prateleiras, estava este vinho:

larosacereijeina-770778

Um dia havemos de lá levar as Cerejinhas para verem a vinha com o nome delas e que diz que é assim:

“A vinha da La Rosa alastra-se ao longo das margens do rio Douro e sobe até uma altitude de 400 metros”

Existem 11 vinhas separadas na La Rosa algumas localizadas ao longo das margens do rio Douro enquanto outras se encontram a uma altitude de 400 metros.

CEREJINHA

Variedade: Mistura de Vinha (2.77 ha)

Rendimento médio em kg/ha: Mistura de vinhas 1836

Data de plantação: 1970

Espaço ocupado: 2.6 m × 1 m

Vista: Noroeste

Tipo de socalco: Patamares

Ao continuar ao longo do caminho pela vinha acima à sua esquerda irá encontrar a vinha cerejinha.

 

Um conselho: não tentem perceber o preço, sim?, caem para o lado. Mas se uma cerejinha vale 75 euros, imaginem duas 🙂

(eu ia um bocado à rasca: crianças não combinam com restaurantes cheios de garrafas e copos e cenas prontas a partir. Mas as cerejinhas, em geral, portam-se bem; o empregado foi perspicaz e deu-nos a mesa mais perto da porta e ao lado do aquário, com espaço para elas poderem estar sem perigo)