Quando chegamos vamos sempre tomar café à Nanda. Chama-se Pastelaria Jardim, mas para mim sempre foi a Nanda. Vão sempre deitar flores para a água. A cerejinha L sobe sempre àquela árvore. Este ano voltámos ao parque dos baloiços. A cerejinha J tem medo do escorrega do tubo. A cerejinha L refila com os meninos crescidos porque não a deixam escorregar em paz. O parque tem muitos escorregas diferentes. E relva para jogar à bola. Fomos conhecer outro parque, o do convento. A cerejinha L escalou e fez pose para a fotografia. Subiram uma rampa agarradas a uma corda. A cerejinha L ralhou com as filhas dos amigos que ela e a mana eram primeiro porque são pequeninas. A cerejinha J sentou-se a fazer bolos de areia e a cerejinha L deitou-se de costas na areia, como se estivesse na praia. O moranguito adormeceu ao colo da amiga. Elas pediram colo a subir. Estavam cansadas. Encheram as cadeiras com pó. Ficámos  com vontade de ir piqueniquar ali.