Têm as férias à porta, não vão para lado nenhum de jeito ou então vão só uma semana, mas não sabem o que fazer ao resto do tempo para entreter a canalhada sem gastar muito dinheiro?

Fiz uma lista com várias actividades para as férias, sendo que a que gosto mais é “não fazer nada”, mas tenho impressão que as crianças cá de casa se fartam depressa desta actividade, embora eu preferisse não fazer mesmo nenhum as férias todas.

Para além do clássico ir à praia, fluvial ou de mar, podemos fazer várias coisas com os miúdos e também, ao mesmo tempo, divertirmo-nos. Cozinhar com os miúdos pode ser giro ou fazer um churrasco, piqueniques são sempre uma boa opção, deixá-los apanhar seca para serem eles próprios a inventar actividades e brincadeiras, também resulta muito bem e passear simplesmente também faz parte.

Encontrei inspiração aqui e aqui e adicionei outras que já tinha em mente. Algumas envolvem gastos, mas não é para fazer todas, é para escolher uma ou duas para o orçamento não resvalar. As actividades dão para várias idades, não me parecem limitadores para crianças pequenas, nem chatas para crianças maiores. Mas claro que o melhor é ir de espírito aberto e não ter grandes expectativas, porque isto com crianças nunca se sabe, pode correr muito bem, como muito mal. O truque é acreditar que é uma coisa fixe e aproveitar sem pressões e stress.

Se vos der jeito um ficheirozinho excel com tudo (links, recursos, custos) e onde depois podem registar os comentários e links para pastas das fotos, aqui estão os Planos para as Férias do cerejal para V. Exas. usarem.

Se estiverem como eu, numa de usar pouco ou muito pouco as tecnologias, aqui vai a lista resumida que podem consultar e tirar ideias.

  • Fazer uma caminhada na Mata do Bussaco
  • Visitar o Museu do Brincar em Vagos
  • Visitar Conímbriga num domingo de manhã (é grátis)
  • Fazer uma tenda com a mesa da sala
  • Ler um livro em várias noites – do género dos Cinco ou Uma Aventura
  • Descobrir seres vivos na praia
  • Fazer espetadas de fruta para o lanche
  • Passear de bicicleta num parque
  • Fotografar o pôr do sol
  • Ir à piscina municipal do Luso
  • Ir às piscinas municipais de Condeixa
  • Mangueirada no jardim
  • Pintar banquinhos de madeira, móveis velhos
  • Escrever cartas aos amigos a contar como estão a ser as férias
  • Ir à Expofacic
  • Viajar de comboio
  • Fazer experiências ciêntíficas e registar no caderno as experiências
  • Ver cinema em casa
  • Fazer um piquenique no parque Lograssol
  • Dramatizar uma história
  • Fazer bonecos e um teatro de sombras
  • Arrumar a garagem e lavar o carro (deixá-los mangueirar e ajudar)
  • Fazer bolachas caseiras
  • Não fazer nada
  • Visitar o Portugal dos Pequeninos
  • Fazer um puzzle ou jogar um jogo em família (pictionary, monopólio, quem é quem, masterchef)
  • Inventar um telejornal (sobre as férias)
  • Pintar com chuva
  • Tricot com os dedos
  • Fazer um livro
  • Fazer formas com elásticos num tronco com pregos
  • Tirar fotografias a 5 coisas interessantes
  • Fazer um molde do corpo com giz no chão da rua e etiquetar as partes do corpo
  • Fazer o jogo do espião (colar fitas nas paredes de um corredor em várias direções e tentar atravessar sem tocar)
  • Ir às oficinas de contos na ludoteca
  • Fazer recortes em revistas antigas e vestir desenhos
  • Brincar ao Got Talent
  • Ir a uma arraial/bailarico popular de aldeia
  • Ser turista na própria cidade e comer um gelado com vista para o rio
  • Visitar o Jardim Botânico, incluindo a nova estufa e a parte recentemente aberta ao público

 

Agora é aproveitar e boas férias!

Até daqui a umas semanitas, beijocas!

(estive para dar o título a este artigo de “planos para as férias para gente pelintra”, mas depois achei que estes planos são bons mesmo para gente endinheirada com filhos, não vos parece?)