Sou uma pessoa do teatro, desde cedo. Adoro ver, ler e fazer teatro. E sempre que posso levo a minha gente ao teatro.

Sou uma pessoa que gosta de música, mas canta mal e toca pior. E sempre que sei de algum concerto bom, levo a minha malta à música.

Não vamos as vezes todas que quero, porque, ou o povo está doente, ou o orçamento está curto.

Mas quando vamos, fico sempre tão cheia de boas energias, tão cheia de boas memórias. E juntos podemos comentar e recordar o teatro, a música e a dança que vimos.

E desde sábado que andamos a comentar e a recordar o espectáculo Catra…pum!!! que esteve no Teatro da Cerca de S. Bernnado em Coimbra. Já tinha ouvido falar bem, tinha visto umas fotos na página de facebook do Catrapum Catrapeia. Reservei os bilhetes, levantei-os com antecedência e lá fomos os 4 no sábado, eu e a canalhada.

Chovia imenso, estava tudo alagado por aí e eu sozinha com a malta toda. O pai cerejo ficou a fazer cenas em casa e o almoço também. Eu tinha metido na cabeça que ia, mesmo que estivesse mau tempo.  As meninas foram munidas de galochas, impermeáveis e chapéus de chuva. Eu também levei galochas, uma carteira e um chapéu grandes. O Joaquim levou roupa quentinha para não ter que lhe andar a vestir e a despir o casaco  à chuva. Fomos cedo para termos lugar à porta. E temos sempre sorte de ter amigos  e conhecidos nestas andanças que dão sempre uma mãozinha.

Feita a introdução para satisfazer a curiosidade sobre “como é que esta gaja vai ao teatro num dia de temporal com os três filhos?”, passemos ao espectáculo.

Ver um teatro cheio de crianças deixa-me radiante, emocionada até, quase que choro. E ainda para mais quando o que vamos ver, merece cada segundo e euro.

A Vânia respira música, isso já imaginava. Não sabia era que respirava tanto teatro e sobretudo, tanto jeito para teatro infantil. Maravilhoso! Música feita a partir do mais improvável objecto, humor a potes, iluminação eficaz e muita história com sons. Adorei! Mas quem gostou mesmo muito foram os meus filhos e isso é que importa, a opinião deles. As meninas vieram para casa a fazer algumas das cenas e sons. Delicioso! O Joaquim chorou um pouco ao princípio, estava escuro e ele ficou com medo. Mas depois com colinho e a chupeta, ficou bem e dançou e divertiu-se.

Por isto, recomendamos o Catra…pum!!! para miudagem a partir de um ano, vão adorar, divertir-se e sair de lá com um sorriso nos lábios e no coração:)

Obrigada Catrapum, és o máximo!

12549124_1708905236023459_9156629680926179601_n

© Catrapum Catrapeia