Um dia perguntaram-me “tu eras meninas do papá, não eras?”. Foi um amigo que me ouvia falar do meu pai, muitos anos depois de ter morrido, depois de a filha dele ter ficado sem mãe e de ele me confessar

Ler mais

Somos utilizadores das Ludoteca de Coimbra desde que as cerejinhas têm 18 meses. Para além de um sítio fantástico para brincar, tem a grande vantagem de ter uma biblioteca imensa e podermos levar emprestados para casa 5 livros por criança,

Ler mais

Tantas vezes me dizem “como é que consegues?” que quase me convenço que consigo mesmo. Tantas vezes me fazem sentir uma super-mulher que consegue tudo e mais umas botas com três filhos atrás que quase me convenço que consigo mesmo.

Ler mais

No final do ano passado fui operada a uma hérnia umbilical e à diastase abdominal, resquícios de duas gravidezes, uma delas gemelar e também de alguma flacidez acumulada ao longo dos anos. A recuperação tem custado muito, agora já consigo

Ler mais

Estava parada num semáforo. Lembrava-me de uma amiga que na semana passada tinha parado na passadeira e um carro, não conseguindo parar a tempo, bateu-lhe na traseira. Ela bateu com a cabeça nem soube bem onde e ficou com imensas

Ler mais

Do ouvido musical: De manhã, ouvimos a rádio comercial quando o pai cerejo não vai e a antena 1 quando o carro vai cheio. Estava a dar esta música. L – Mamã, esta música está a dizer assi: “Quero ir

Ler mais

Olá, este artigo é para ti que acabaste de fazer uma ecografia e ouviste da boca do clínico “são dois” (ou três ou quatro). Tu que só queres confirmar a suspeita de uma gravidez e se está tudo bem com

Ler mais

O momento “anda daí” Para quem pratica a parentalidade consciente, sabe que grande parte do que consegue com os filhos resulta de lhes explicar as coisas e de eles saberem com o que contam, aquilo que esperamos que façam para

Ler mais

Andava há uns meses a pensar que um dia podíamos ir ao Jardim Zoológico de Lisboa. Lancei-me no site e fiquei com os nervos em franja quando fiz contas ao que ia pagar em bilhetes!!! Isto de ter um amontoado

Ler mais

Os meus cinco sentidos mudaram com a maternidade. Sinto que vejo, oiço, saboreio, toco e cheiro de maneira diferente, desde que sou mãe. Os meus olhos abrangem muito mais coisas, consigo dar atenção a pormenores que antes não veria. Quando

Ler mais

Ver Mais
%d bloggers like this: