Tantas vezes me dizem “como é que consegues?” que quase me convenço que consigo mesmo. Tantas vezes me fazem sentir uma super-mulher que consegue tudo e mais umas botas com três filhos atrás que quase me convenço que consigo mesmo.

Ler mais

Sobre meter a mãe no lugar: L – Podes abrir isto? Eu – Vais ter que esperar que eu estou a comer. L (esperou alguns segundos e depois argumentou) – Mas tu estás a comer com a boca, não é

Ler mais

Este é o artigo mais visto de sempre. Este é o que tem menos visualizações. O dia com mais gente a interagir no blog foi dia 18 de Fevereiro. Em, 1885, nesse mesmo dia era editado o primeiro livro das

Ler mais

Duas gravidezes e três crianças depois, sei que o tema que menos gosto de falar na maternidade, é a amamentação. Não gosto nada de fundamentalismos. Gosto sim da compreensão e da sensibilidade, gosto sim da vontade de ajudar, gosto sim

Ler mais

Um pai é um pai, merece tudo. Um pai vai passar por muitos dias do pai e receber prendas nesse dia, dos filhos com a ajuda da mãe e dos filhos com a ajuda das educadoras. Ora, isto cria o

Ler mais

O que me mete nervos nos meus filhos Quanto tiram macacos do nariz e os metem na boca Quando saem da mesa sem perguntar Quando comem de boca aberta Quando gritam no meio do café “mamã, quero ir fazer cócóóóó!!!”

Ler mais

Primeiro preciso dizer que sou um naba em termos de manualidades e nunca, nunca, tive jeitinho nenhum para artes. No entanto, sou um consumidora activa (não tanto como já fui) e fanática de arte: teatro, cinema, pintura, fotografia, música, design,

Ler mais

Um dia perguntaram-me “tu eras meninas do papá, não eras?”. Foi um amigo que me ouvia falar do meu pai, muitos anos depois de ter morrido, depois de a filha dele ter ficado sem mãe e de ele me confessar

Ler mais

Somos utilizadores das Ludoteca de Coimbra desde que as cerejinhas têm 18 meses. Para além de um sítio fantástico para brincar, tem a grande vantagem de ter uma biblioteca imensa e podermos levar emprestados para casa 5 livros por criança,

Ler mais

No final do ano passado fui operada a uma hérnia umbilical e à diastase abdominal, resquícios de duas gravidezes, uma delas gemelar e também de alguma flacidez acumulada ao longo dos anos. A recuperação tem custado muito, agora já consigo

Ler mais

Ver Mais
%d bloggers like this: